1.jpg (33.032 bytes)
Projecto LIFE Lince Moura/Barrancos
» Contexto
» O Projecto
» Actividades
» Resultados
» Notícias
» Parceria e Apoios
» Equipa
» Documentação
» Ligações Úteis

traco_green.gif (82 bytes)
Destaque
Projecto LIFE Lince Moura/Barrancos distinguido como melhor entre os melhores da Europa
"Projecto distinguido como melhor entre os melhores da Europa"
traco_green.gif (82 bytes)
Documentos
» Cartaz
» Folheto
» Folheto sobre Gestão da Paisagem Mediterrânica
» Press-Kit
» Relatório Não Técnico

traco_green.gif (82 bytes)

Projecto co-financiado a 75% pelo Programa LIFE - Natureza da Comissão Europeia.
1.jpg (3.642 bytes) 1.jpg (3.642 bytes)
1.jpg (3.642 bytes)
Projectos LPN » Projecto LIFE Lince Moura/Barrancos PTENG

Resultados


No âmbito do projecto LIFE Lince Moura/Barrancos existem cerca de 7.700 hectares sob protocolo de colaboração, envolvendo proprietários e gestores públicos e privados, correspondendo a sete planos de gestão que visam a preservação e recuperação do habitat para a presença do lince-ibérico no Sítio Moura/Barrancos.

Nas áreas de intervenção seleccionadas, foram criadas 100 estruturas artificiais de reprodução para coelho-bravo e cerca de 200 comedouros e bebedouros. Nas imediações destes locais foram também instalados cerca de 60 hectares de sementeiras de leguminosas e gramíneas, com o objectivo de melhorar o habitat de alimentação do coelho-bravo.

Com vista à recuperação da vegetação Mediterrânica, interveio-se em cerca de 16 hectares de área ardida, tendo-se procedido à plantação, sementeira e protecção de espécies arbóreas e arbustivas autóctones, de modo a acelerar o processo de recuperação natural deste local, inserido numa zona com elevada qualidade de habitat. Fez-se também uma intervenção num troço de cerca de 4 km de uma ribeira para a recuperação da vegetação ribeirinha (através da colocação de vedações e plantação de espécies autóctones). Para além disso, foram construídas 15 pequenas charcas para a fauna selvagem, que foram amplamente utilizadas por diversas espécies animais (mamíferos carnívoros, veados, coelhos, aves, etc.).

Paralelamente, procedeu-se de forma continuada à manutenção e monitorização das medidas de gestão implementadas, de modo a aferir a sua eficácia e a medir os seus efeitos no habitat e nas populações de coelho-bravo.

No âmbito do programa de participação pública deste projecto, implementado pelo CIS/ISCTE, realizaram-se 4 reuniões com a participação de proprietários, gestores de caça, residentes e outros agentes locais da região de Moura e Barrancos, onde estes agentes locais expressaram as suas perspectivas sobre a gestão das zonas rurais e a conservação da natureza a nível local. Os resumos destas reuniões, que contaram com um total de 25 participantes, estão disponíveis na página de documentação  .

Realizou-se também um workshop com entidades e actores de nível local, regional e nacional, onde foram identificados e debatidos problemas e propostas de actuação na gestão dos recursos naturais com impacto nos concelhos de actuação do projecto. Estiveram presentes 33 participantes e o relatório final deste workshop está disponível na página de documentação.

Com vista à divulgação deste projecto e à sensibilização do público em geral para a conservação do Lince-ibérico e das características do seu habitat, participou-se em diversos eventos, tanto científicos como de divulgação, nomeadamente seminários, congressos e colóquios, tendo também sido produzidos artigos nos meios de comunicação social e diversos materiais de divulgação. Na página de documentação podem ser descarregadas as versões em pdf dos dois folhetos, do  cartaz e do press-kit  realizados no âmbito deste projecto.
Se quiser saber mais sobre o projecto e os seus resultados, bem como do que está previsto para o futuro findo este projecto, tem também disponível na página da documentação, o Relatório Não Técnico  e o Plano de Conservação Pós-LIFE. 




© 2009 LPN - Liga para a Protecção da Natureza | Contactos
[ Powered by Timesten ]