1.jpg (33.032 bytes)
Projectos LPN » Projecto LIFE Estepárias PT

Enquadramento



O Projecto LIFE Estepárias (Conservação da Abetarda, Sisão e Peneireiro-das-torres nas estepes cerealíferas do Baixo Alentejo) pretende promover a conservação da Abetarda, Sisão e Peneireiro-das-torres nas suas principais áreas de ocorrência em Portugal, numa perspectiva de conservação de longo prazo.

As três espécies-alvo deste projecto são aves estepárias de conservação prioritária, altamente vulneráveis a alterações das práticas agrícolas, que num passado recente causaram a perda e fragmentação do seu habitat. Este é um dos principais factores para o estatuto de conservação desfavorável que possuem a nível nacional, europeu e mundial.

Mas não são só as alterações na agricultura que ameaçam estas aves. As ameaças à sua conservação incluem a florestação de terras agrícolas, o abandono do meio rural, a colisão com linhas eléctricas e vedações, a electrocussão nos apoios de postes de electricidade, a fragmentação das populações provocada por vedações e estradas, a perturbação, a predação e as alterações climáticas.

Devido às mudanças que ocorreram na agricultura ao longo da segunda metade do século XX, estas aves estepárias sofreram uma redução drástica das suas populações, tendo desaparecido de diversos países ou ocorrendo apenas em áreas muito restritas.

As populações portuguesas destas espécies não foram excepção. Devido ao desaparecimento dos sistemas de agricultura extensiva de sequeiro, em que as culturas de cereal com rotações com pousios e as pastagens foram substituídas por agricultura de intensiva de regadio, olival, vinha ou floresta, as populações portuguesas destas três espécies estão agora reduzidas a poucas áreas na região do Alentejo. Acresce ainda que se verifica uma grande concentração dos núcleos reprodutores apenas na Zona de Protecção Especial (ZPE) de Castro Verde, onde ocorre mais de 80% da população de Abetarda, 70% de Peneireiro-das-torres e 50% de Sisão.

Com o Projecto LIFE Estepárias pretende-se minimizar algumas das ameaças à conservação da Abetarda, Sisão e Peneireiro-das-torres em 4 ZPE's do Baixo Alentejo com pseudo-estepes, para assegurar a conservação a longo prazo destas três espécies e contribuir para a gestão da Natura 2000.

Os principais objectivos deste projecto são:
  • Proteger as áreas de maior importância para a reprodução da Abetarda;
  • Melhorar o sucesso reprodutor e a produtividade das espécies-alvo, através da gestão do habitat, eliminação de factores de perturbação e recuperação de indivíduos feridos;
  • Promover a re-colonização do Peneireiro-das-torres ou Francelho na ZPE de Mourão/Moura/Barrancos;
  • Especializar o Centro de Acolhimento e Recuperação de Animais Silvestres (CARAS), da LPN-Alentejo em Évora, no tratamento e recuperação de aves estepárias;
  • Encorajar e aconselhar os agricultores a aderirem a esquemas agro-ambientais que promovam a manutenção dos sistemas agrícolas extensivos de cultivo de cereal de sequeiro;
  • Minimizar os impactes das linhas eléctricas nas espécies alvo;
  • Definir medidas de mitigação para reduzir o impacto das alterações climáticas globais nas espécies alvo.
  • Sensibilizar e melhorar a divulgação de informação sobre boas práticas de gestão que beneficiem o habitat para as espécies-alvo.
Este projecto prevê uma colaboração estreita com agricultores, proprietários, gestores de caça e outros intervenientes de forma a envolvê-los nos esforços para a conservação destas três espécies. Assim, será possível desenvolver e disseminar técnicas de boas práticas e "Know-how", promovendo o trabalho em equipa e aprendizagem mútua.


Projecto LIFE Estepárias
» Apresentação
» Enquadramento
» Principais ameaças à Conservação
» Áreas de Intervenção Geográfica
» Parceiros e Apoios
traco_green_vert.gif (107 bytes) Ficheiro: Empty query
Linha: DB_get_row
Mensagem: